Notícias

Confira as últimas notícias do setor:

12 de Março de 2021

A exportação de carne suína começa março em ritmo acelerado

Os resultados obtidos em cinco dias úteis já ultrapassam em mais de 33% a receita e os volumes embarcados em março/20

De acordo com informações da Secretaria de Comércio Exterior (Camex) do Governo Federal, divulgadas na segunda-feira (8), as exportações de carne suína fresca, congelada ou resfriada na primeira semana de março teve resultados melhores que o mesmo mês do ano passado e do que a última semana de fevereiro.

De acordo com o analista da Agrifatto Consultoria, Yago Travagini, isso é um ótimo resultado para os embarques da proteína. “Estamos vendo a volta dos chineses às compras, e os problemas com a Peste Suína Africana que estão acontecendo por lá renovam a esperança de que teremos bons volumes exportados por todo esse ano”.

O faturamento por média diária neste início de março foi de US$ 10.517,1968, quantia 48,39% maior do que março de 2020. No comparativo com a semana anterior, houve aumento de 9,1%.

No caso das toneladas por média diária, foram 4.227,177, alta de 46,92% no comparativo com o mesmo mês de 2020. Quando comparado ao resultado no quesito da semana anterior, observa-se avanço de 6,4%.

Já o preço pago por tonelada, US$ 2.487,995 nos cinco primeiros dias úteis do mês, é 1% superior ao praticado em março passado. O resultado, frente ao valor atingido na semana anterior, representa aumento de 2,5%.

A receita obtida com as exportações de carne suína durante este início mês, US$ 52.585,984, representa 33,7% do montante obtido em todo março de 2020, que foi de US$ 155.923,829. No caso do volume embarcado, as 21.135,885 toneladas são 33,3% do total exportado em março do ano passado, um total de 63.296,839.

Fonte: Notícias Agrícolas com adaptações Suino.com

 

G&S Agro Informática © 2013 - Todos os direitos reservados
Acesso Restrito | Download TeamViewer
Desenvolvido por: Lovatel Agência Digital