Notícias

Confira as últimas notícias do setor:

10 de Junho de 2019

Feagro encerra mais uma edição de sucesso

A 15º edição da Feira e Exposição Agropecuária do Vale do Braço do Norte e Região, a Feagro, encerrou na noite de ontem, 15, e movimentou durante cinco dias o CTG Estância do Vale. Foram mais de 110 expositores e aproximadamente 800 animais de diferentes espécies, já que além de gado, no evento também foram expostos ovinos, caprinos, suínos, peixes e aves exóticas.
 
Atualmente, o município conta com um rebanho bovino de cerca de 15 mil cabeças, e suínos em número superior a 300 mil cabeças, sendo considerada a melhor raça suína do estado. Dados que conferiram o título de Capital Nacional do gado Jersey.
 
Nesta edição, o evento contou com 164 pirâmides cobertas, pavilhões para o gado de leite e de corte com 3 mil e 2 mil metros quadrados de área. Além disso, a suinocultura, agricultura familiar e a piscicultura também ganharam espaços para exposição.
 
A Feira e Exposição Agropecuária do Vale de Braço do Norte e Região (Feagro), que encerrou ontem, em Braço do Norte, vai além do agronegócio. Embora este seja o maior objetivo da feira, a cada ano ela tem se tornado mais diversificada. Além dos animais e das grandes máquinas, as milhares de pessoas que passaram pelo local nos cinco dias de evento puderam pensar, também, em construção civil, em como montar sua casa, da jardinagem até uma piscina para as horas de lazer. E quem acha que os visitantes não se interessam por isso, se engana: a Feagro traz bons números e negócios durante todo o ano para as empresas que expõe.
 
Pelo terceiro ano consecutivo, a Gaidzinski Telhas Aluzinco marca presença na Feagro. Jonathan Mariano, um dos responsáveis pelo estande da empresa no local, garante que desde quando eles iniciaram, os resultados foram positivos. “A Feagro se tornou uma feira multissetorial e para nós é uma vitrine que nos dá grande potencial para prospectar clientes pós-feira. Aqui apresentamos nossos produtos e passamos a ser referência”, avalia Mariano.
 
E é prospecção que Batista Brunel, das Esquadrias Brunel, busca. Pela primeira vez na Feagro, Brunel ficou satisfeito com os negócios. O empresário já calcula os contatos que passaram pelo seu estande no Centro de Exposições. “Eles estão bem satisfeitos com nosso produto, que é novidade para muitos. Trouxemos esquadrias e portões seccionados em PVC. Um material com alta durabilidade, que evita manutenção e tem alto desempenho”, apresenta o empresário.
 
RESULTADOS DURADOUROS
 
Há 60 dias Diego Rafael Borba, do Centro das Piscinas, de Braço do Norte, vendeu uma piscina que orçou na Feagro de 2017. Segundo Borba, isto é comum: a feira fideliza clientes pelo ano todo. “Os resultados são ótimos, mas não vêm de imediato. Nossa expectativa foi alcançada para esta edição e nosso estande foi muito bem visitado. Temos certeza que bons negócios virão”, estima o empresário.
 
Uma das novidades trazidas pelo Centro das Piscinas para a Feagro foi um Ofurô com água aquecida com energia solar. Borba explica que a empresa apresenta todos os tipos de piscina, com aquecimento elétrico, a gás e o solar, novidade neste ano. “Nossa intenção é poder atender o produtor rural. Muitas vezes o produtor de leite não consegue sair de casa de férias e ir pra praia ficar 15 dias. Com uma piscina em casa, ele pode adaptar o seu horário e ter conforto”, destaca.
 
Tecnologia aliada ao agronegócio
 
O agronegócio representa 40% da receita econômica de Braço do Norte. Somente no município há aproximadamente 15 mil cabeças de gado e 300 mil suínos. Contudo, para que o setor continue despontando em Santa Catarina, a tecnologia é fundamental para manter os animais saudáveis, o que vai trazer resultados lá na ponta junto dos produtores.
 
Fernando Weber Schlickmann, da empresa Eletronando de São Ludgero, aposta na importância da tecnologia para o homem do campo. “Hoje eles precisam produzir mais com menos e a tecnologia traz grandes rendimentos”, aponta Schlickmann. O empresário apresentou pela sétima vez seus produtos na Feagro. Nesta edição, o foco da Eletronando foi equipamentos para irrigação de pastagem para o gado de leite.
 
CAPACIDADE LEITEIRA
 
Expondo pela segunda vez, a Agrofortuna, de Rio Fortuna, trabalha para aumentar a capacidade leiteira das vacas. Um dos núcleos que a empresa vende foca na parte da digestibilidade, aumentando a capacidade e produção do animal. Além das vacas leiteiras, eles trabalham com o gado de corte e suínos. O empresário Giliardi Oenning, que trabalho no segmento há mais de 15 anos, ressalta a importância do trabalho e os resultados que a feira traz. “O setor vive uma crise um pouco difícil, no entanto, o brasileiro é criativo e com isso, acreditamos que a feira neste ano trará mais resultados que no ano passado, quando já colhemos bons frutos”, lembra Oenning.
 
CELEBRAÇÃO
 
A Rowensing é uma das pioneiras em fornecimento de núcleo para produzir ração aos animais, sobretudo aos suínos. De acordo com Alex Bressan, que faz vendas e da assistência pela empresa, a Feagro é uma oportunidade de encontrar os clientes para celebrar, mesmo diante dos números, que segundo Bressam apresentam preços baixos e custos altos. A empresa traz novidades em relação ao mercado, de forma especial com núcleo com excelentes resultados de conversão alimentar.
 
Das vacinas ao bacon
 
Unidas em um mesmo estande, a Sul Agro Produtos Agropecuários, MSD Saúde Animal, Preis Comercial Agropecuária e a Sifra Nutrição Animal garantem a qualidade dos Alimentos Roanna. De acordo com Arnaldo Dall Pra, para que o produtor tenha qualidade no seu produto final, seja a própria carne de porco, ou o bacon e linguiças, são necessárias muitas mãos. “Aqui em nosso estande, por exemplo, a Sul Agro distribui as vacinas da MSD em todo o Sul, e a Preis e Sifra são responsáveis pela alimentação e nutrição dos animais. Todos juntos garantimos qualidade aos alimentos da Roanna”, explica.
 
Vinho faz sucesso
 
Um bom vinho para acompanhar carne de porco não faz mal a ninguém. A Vinícola Bianco, de Orleans, também marcou presença entre os estandes da Feagro. A oportunidade de mostrar os produtos levou para Braço do Norte. Mesmo ciente de que as vendas nem sempre são imediatas, Daniel Bianco acredita que a feira é uma ótima oportunidade. “Nosso produto tem qualidade. Quem experimenta aqui vai lembrar-se da gente ao chegar ao supermercado e ver nossos vinhos. Temos certeza de bons negócios”, declara otimista.

 
 
 
 

Fonte: DN Sul

 

G&S Agro Informática © 2013 - Todos os direitos reservados
Acesso Restrito | Download TeamViewer
Desenvolvido por: Lovatel Agência Digital