Notícias

Confira as últimas notícias do setor:

30 de Novembro de 2021

Milho permanece levemente negativo na B3

30 de novembro de 2021

 

Chicago segue recuando com temores sobre a variante Ômicron

A Bolsa Brasileira (B3) segue recuando para os preços futuros do milho nesta terça-feira (30), mantendo as cotações negativas por volta das 11h42 (horário de Brasília).

O vencimento janeiro/22 era cotado à R$ 88,51 com desvalorização de 0,93%, o março/22 valia R$ 88,70 com queda de 0,92%, o maio/22 era negociado por R$ 85,10 com baixa de 0,70% e o julho/22 tinha valor de R$ 81,79 com perda de 0,23%.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro também segue negativos na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta terça-feira.

Por volta das 11h32 (horário de Brasília), o vencimento dezembro/21 era cotado à US$ 5,73 com desvalorização de 7,50 pontos, o março/22 valia US$ 5,75 com perda de 7,00 pontos, o maio/22 era negociado por US$ 5,78 com baixa de 7,00 pontos e o julho/22 tinha valor de US$ 5,79 com queda de 7,50 pontos.

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os preços futuros do milho caíram durante a noite, uma vez que os temores do Ômicron cobriram o maior espaço do mercado em perdas. Além disso, uma onda de vendas no mercado de energia contribuiu diretamente para as perdas do milho nesta manhã.

Por outro lado, a publicação relata que, os potenciais efeitos do La Niña na América do Sul podem fornecer algum potencial de preços altistas, mas no momento o sistema ainda não se desenvolveu o suficiente para que esses ganhos de preço sejam realizados.

 

Fonte: Notícias Agrícolas

 

G&S Agro Informática © 2013 - Todos os direitos reservados
Acesso Restrito | Download TeamViewer
Desenvolvido por: Lovatel Agência Digital